Traí meu marido com o melhor amigo dele

Me chamo Clara, tenho 29 anos, sou morena, cabelos castanhos ondulados, bunda grande, peitos durinhos e barriga chapadinha. Sou casada com o Jonas a 6 anos mas de um tempo pra cá nosso casamento foi esfriando. Nada é como o começo, onde a gente transa gostoso todos os dias, é aquele tesão louco, vontade de fazer sexo em cada canto da casa. A uns meses a gente não tem trepado, minha vida sexual tá morta, meu marido não me procura por mais que eu me cuide e comecei a suspeitar que ele tava interessado em outra mulher por causa de umas ligações estranhas dele.

Eu fiquei muito mal, principalmente porque ele me tratava como se eu nem existisse na casa, então resolvi buscar outros meios, conheci outros caras pela internet, trocava fotos e falava putaria enquanto me masturbava, mas nunca tive coragem mesmo de trair, até o clima aqui em casa ficar pior e o melhor amigo dele tentar me ajudar. Eu já tinha descoberto o caso do meu marido e a gente tava brigando muito, ele dormia noites fora de casa e numa dessas noites liguei pra o Guilherme, melhor amigo dele.

O Gui veio aqui conversou comigo e me ofereceu um ombro amigo, mas sempre suspeitei que ele queria me oferecer algo mais, isso sim. Toda vez que meu marido ia pra casa da amante ele tava aqui, me deu vontade de me vingar e juntando a carência, comecei a ver ele com outros olhos, sentir vontade de dar pra ele, mas ainda faltava coragem, um dia durante um papo, a gente chegou num assunto safado que me deixou bem molhadinha.

-Olha Gui, ando bem triste viu? o que eu tenho visto de filme pornô não é brincadeira.

-Humm, nem precisa ficar só vendo filme né? uma mulher como você qualquer homem ia ficar louco querendo.

-Se você não fosse mulher do meu amigo, eu caia matando em cima de você. E a gente ia se dar bem na cama hein? Você não ia passar vontade.

-Nossa Gui, falando assim vou esquecer que sou casada hein?

-É mesmo? então a gente pode esquecer agora, vem cá pertinho.

Eu fui pra perto dele, ele me puxou, sentei no colo e já senti a pica dele dura. O tesão era tanto que nem pensei em nada, só rocei minha bucetinha e meu rabo na pica dele, a gente com roupa e tudo.

Minha buceta tava molhada, latejando, o pau dele também tava quase furando a calça, a gente se olhou de um jeito safado, trocamos beijos e foi um tesão.

-Caralho, tira essa roupa vai, tô doido pra sentir você.

Tirei tudinho, me deu um fogo na buceta maior ainda, escorria de tesão, não aguentei e botei a rola pra fora, comecei a chupar o pau gostoso dele, foi um tesão danado, mamei com vontade, engoli cada centímetro dessa rola, fiz ele gemer pra valer, a sacanagem tava deixando ele louco.

-Chupa assim bem gostoso, puta que pariu, que boca gostosinha.

Ele sentiu que ia gozar, interrompi o boquete e dei uma sentada na boca dele pra o safado me chupar pra valer. Ele sabia como fazer direitinho, enfiava a língua todinha na minha boca, me arrancando gemidos gostosos, eu comecei a rebolar na boca dele e acabei não aguentando quando ele colocou a língua dentro da minha buceta e gozei.

Quis retribuir sentando gostoso naquele pauzão, ele me pegou de jeito, me fez dar uma quicada deliciosa e eu fiquei louca, comecei a rebolar pra valer, gemi, encaixei aquela pica grande e grossa todinha na buceta.

Eu quiquei com vontade, virei de costas pra ele, comecei a cavalgar na sua pica, depois fiquei louca de tesão e rebolei meu rabo naquele pau, mas eu queria mais, meu cuzinho tava piscando de tesão.

Pedi pra ele comer meu cuzinho, ele adorou, fiquei de quatro no sofá mesmo e o safado deu uma arregaçada gostosa, metendo forte e deixando minhas pregas arrombadas, até que eu não aguentei e acabei gozando gostoso e ele logo em seguida. Foi a melhor rapidinha que eu tive e é sempre bom sacanear meu marido traidor fodendo com o amigo dele.
marido

Categorias:

Contos de Traição