Entregador traçou a casada

Eu me chamo Jeffinho, sou entregador em uma pizzaria aqui da cidade já tem 6 meses e rolou uma surpresa com uma cliente bem gostosa e coroa no mês passado. Eu fui entregar pizza num bairro da zona sul, em uma casa grande, de classe média alta e a dona foi quem me atendeu. A mulher é madura, deveria ter por volta de uns 45 anos, toda gostosona, baixinha, coxas grossas, branquinha, cabelos loiros, olhos verdes, uma gata.

Ela foi super educada, me atendeu só de roupão, pegou a pizza, e disse que tinha deixado o dinheiro lá dentro, me convidou para ir buscar com ela. Eu acabo não entrando na casa dos clientes mas por alguma razão eu fui, aquela coroa deixava um hipnotizado.

Ela começou a puxar papo, perguntou meu nome e disse que o dela era Adriana. Ela sorriu de um jeito sexy e o papo foi ficando mais pesado quando ela perguntou se eu era casado. Eu disse que não, que tinha 24 anos ainda e notei que ela gostou.

-Nossa, eu sempre peço pizza e nunca vi um entregador tão bonito quanto você, com certeza você é cheio das namoradas né?

-Não, dona! só tenho uma namoradinha mas não é nada sério, só umas ficadas.

-Humm, que bom que você tá livre, eu gostei muito de você, vou pedir pizza mais vezes!

Quando ela pegou o dinheiro, ela deu uma enclinadinha pra eu ver sua bunda, meu pau deu sinal de vida na hora, fiquei doido de tesão por aquele rabo grande todo gostoso. Ela me entregou a grana, disse que tava calor e soltou o roupão.

Parecia cena de filme pornô, uma coroa gostosa como aquela me dando condição, eu achei até que fosse uma pegadinha. Ela me agarrou e me deu um beijo, eu segurei a cintura dela, fiquei no maior tesão, meu pau ficou duro na hora, ela sorriu e agarrou meu pau, começou a bater uma por cima da calça e foi me deixando louco.

-Nossa, tô toda molhadinha, dá tempo da gente transar gostoso?

Eu não tinha tempo mas disse a ela que sim, não ia dispensar uma mulher daquela. Ela me levou para o seu quarto com uma cama enorme, me deixou com o maior tesão, começou a tirar a roupa, ficou peladinha, uma delícia, depois eu fui tirando a minha e ganhei um belo boquete dessa gata, ela chupou gostosinho mesmo, me deixou com a pica latejando e bem dura, a mulher tem uma boca gostosa da porra.

Eu tava doido de tesão, comecei a empurrar minha vara na boca dela enquanto falava muita sacanagem pra essa gostosa.

-Que boca gostosa, se ficar me chupando desse jeito não vou aguentar e vou gozar na sua boca.

-Nossa, adoro leite de macho, goza tudinho na minha boca vai!

Ela me chupou até eu gozar na boca dela, e me beijou gostoso depois de engolir minha pica galada. Eu levantei a perna dela, enfiei minha língua na sua buceta, que tesão da porra me deu, a buceta dela é uma delícia.

-Que gostosa a sua buceta, toda lisinha, uma delícia de gosto, quero passar o dia aqui te chupando.

-Aiii, nem fala, queria sua língua gostosa o dia todo na minha buceta.

Eu fiz ela gozar gostoso na minha boca, ela se contorceu todinha, tremeu, gemeu, suou e ficou sem ar, foi um tesão ter feito ela gozar na minha língua. Eu então senti meu pau crescer de novo, coloquei a pica na sua buceta e senti ela me apertando gostosinho.

-Humm, que buceta gostosa do caralho, que delícia meter nela.

-Fode gostoso, me come todinha!

Fudi ela pra caralho, botei de quatro e soquei com força na sua buceta inchadinha, de quebra ainda levei o cuzinho da coroa.

Fiz ela gozar gostoso e gozei de novo, foi uma rapidinha muito gostosa mas tive que ser rápido porque ainda tinha entregas pra fazer e o marido dela não ia demorar. Trocamos telefones e nos falamos algumas vezes, foi uma aventura muito gostosa.

Categorias:

Fetiche